conecte-se conosco

Cultura

Em “Verdinha”, Ludmilla debocha do tabu sobre Cannabis

Apesar da clara referência à planta, clipe apresenta plantação de alface

Published

on

Para além do grande sucesso comercial, “Verdinha” acerta ao utilizar o humor para banalizar o preconceito sobre a Cannabis. O hit de Ludmilla, uma das principais figuras do funk e do pop brasileiro, faz uma série de referências à planta, mas a estufa em que se passa o clipe contém pés de alface.

Veja também: Livro infantil explica Cannabis e terá versão em português

“Eu fiz um pé lá no meu quintal/ Tô vendendo a grama da verdinha a um real”, diz a música em seu refrão.

Ludmilla tem um carinho grande por seu último lançamento do ano e destaca a “alegria” que envolve a música. “Verdinha é uma música que eu adoro e pela qual tenho imenso carinho. Ela fecha esse ano, que foi um dos melhores da minha vida, com muita dança e animação. Espero que meus fãs e o público que me acompanha goste”, afirmou a cantora.

Veja também: “A Cannabis teve papel enorme”, diz Gilberto Gil sobre bossa nova

Não há de se negar, no entanto, o teor político dessa e de tantas outras produções de Ludmilla. “Porra louca”, mas “dedicada” – “trabalho para estudar”, como dizem outros trechos das canção, ela questiona a hipocrisia da sociedade brasileira: “Um dia eu vou poder falar toda verdade/
A máscara que vai cair diante da sociedade”.