conecte-se conosco

Cultura

Empresas dos EUA reconsideram preconceito com a Cannabis

Maior concessionária do país muda regra de contratação; entenda

Published

on

Mike Jackson, CEO da AutoNation, afirmou que a empresa não vai mais negar a contratação de consumidores de Cannabis. A maior concessionária de automóveis do país aplica a medida em contexto de avanço da regulamentação nos EUA: 29 estados permitem o uso medicinal da planta e oito, além do Distrito de Columbia, legalizaram o consumo para maiores de idade.

Aos 68 anos de idade, o CEO conta que “os candidatos cujo teste para maconha desse positivo não podiam ser contratados por nossa empresa. Em determinado momento dissemos: ‘Quer saber? Isto está errado’”.

A Challenger, Gray & Christmas, empresa de recrutamento com sede em Chicago, foi outra a rever seu posicionamento. “Já não faz sentido excluir todo um segmento de candidatos por algo que simplesmente perdeu a relevância”, explica John Challenger, cofundador da companhia.

Uma pesquisa da Gallup, empresa de pesquisa de opinião dos Estados Unidos, realizada em outubro apontou um avanço no país: 64% dos americanos estão a favor da legalização, maior percentual desde que a empresa começou a fazer essa pergunta, em 1969, em que tinha apenas 12% de apoio.

Fonte: UOL.