conecte-se conosco

Cultura

Marcelo Falcão defende legalização da Cannabis, mas quer “educação” antes

Ex-vocalista do Rappa lançou disco solo na última semana

Published

on

O álbum “VIVER (mais leve que o ar)”, de Marcelo Falcão, foi lançado oficialmente na última semana (15). Entre suas canções, está “Só Por Você”, com duração de 4:20 e uma menção indireta à Cannabis: “só com você eu sinto me curar”. No clipe, o ex-vocalista do Rappa acende um baseado e solta a baforada de fumaça. Se ele defende a legalização? Sim. Mas o cantor acredita que o primeiro passo é melhorarmos a educação para evitar a criminalização do movimento.

“Primeiro precisamos falar sobre o que a gente mais precisa: educação”, disse Falcão, destacando que esse é o motivo de não se falar explicitamente sobre Cannabis no novo álbum.

Durante sua infância, ele passou por um tratamento pesado devido a uma suspeita de epilepsia. Caso tivesse optado pela Cannabis medicinal, teria tido mais qualidade de vida.

“Eu tenho amigos que têm condições de fazer o óleo medicinal. Conheço um montão de gente que depende desse tipo de medicamento. Eu sei exatamente como essas pessoas se sentem por eu já ter me sentido assim achando que eu poderia ter tido epilepsia”, contou o vocalista.

“Mas eu sou um rasta nacional e tenho a convicção de que, primeiro, precisamos melhorar a educação e a saúde. Para falar sobre esse assunto, só com educação. Do contrário, vão nos julgar dizendo que estamos querendo legalizar uma coisa que, ainda, é crime”, argumentou Falcão, que também falou sobre sua paixão por vinil – a capa do seu novo disco faz clara alusão aos LPs.