conecte-se conosco

Legislação

EUA: presidenciável lança projeto de descriminalização da Cannabis

Kamala Harris é pré-candidata pelo partido Democrata

Published

on

Marcada para novembro de 2020, a eleição presidencial dos Estados Unidos pode ter novidades impactantes. Se depender de Kamala Harris, ela será a primeira mulher da história no comando da Casa Branca. Uma mulher negra que, de quebra, pretende descriminalizar a Cannabis no país.

Simultaneamente a seu correligionário Jerrold Nadler, deputado do estado de Nova York, Harris, que é senadora na Califórnia, apresentou um projeto de descriminalização da planta. A proposta contempla, inclusive, a anulação de penas relacionadas à Cannabis e o direcionamento do dinheiro obtido com as vendas da planta para desenvolver comunidades prejudicadas pela “guerra às drogas”.

Veja também: Estado de Nova York descriminaliza posse de Cannabis

“Os tempos mudaram, a maconha não deveria ser um crime. Precisamos começar a regulamentar a maconha, e reverter condenações ligadas à maconha dos registros de milhões de americanos para que possam continuar com suas vidas”, afirmou Harris em nota.

Ela também destacou que a mudança legislativa seria um “passo importante em direção à justiça racial e econômica” nos EUA.

Veja também: Illinois legaliza uso recreativo de Cannabis

Ao argumentar sobre a proposta de descriminalização da Cannabis, Nadler explicou que as pessoas que possuem “ficha suja” por crimes ligados à planta “ainda enfrentam uma cidadania de segunda classe”. Ele também falou sobre o problema do racismo, na medida em que “a aplicação de leis ligadas à maconha com motivação racial impactou desproporcionalmente as comunidades negras”.

Veja também: Havaí descriminaliza porte de pequenas quantidades de Cannabis