conecte-se conosco

Legislação

Pezão defende que Congresso discuta legalização da Cannabis

Governador do RJ acredita que proibição é “enxugar gelo”

Published

on

Em entrevista à rádio CBN, Luiz Fernando Pezão (MDB) acredita que o Brasil deve mudar a política de drogas. Ao ser perguntado sobre a legalização, o governador do estado do Rio de Janeiro afirmou ter mudado de ideia, indicando que as regras atuais não têm funcionado.

“Eu era contra. Mas eu acho que a gente tem que começar a testar… Ver se vale à pena o que a gente está perdendo hoje de policiais no combate ao tráfico… Eu acho que valia à pena a gente tentar”, afirmou Pezão.

O governador falou que acompanha a experiência de países que apostaram na legalização, defendendo que os legisladores e especialistas brasileiros discutam a questão.

“Eu leio muito, vejo algumas cidades que legalizaram, já retrocedendo, já vendo que está perdendo a guerra. Mas acho que é um assunto que a gente deve ter os especialistas, o Congresso Nacional discutindo cada vez mais uma legalização talvez da maconha. Não tenho uma opinião formada. Mas eu vejo hoje que existe um trabalho de ‘enxugar gelo’”, argumentou Pezão.

Apesar da declaração, ele defende a continuidade da intervenção militar no Rio de Janeiro, que acontece desde o mês de fevereiro. Fernando Henrique Cardoso, ex-presidente da República, criticou a utilização das Forças Armadas no estado. Antônio Bonfim Lopes, antigo líder do tráfico de drogas na Rocinha e hoje preso em Rondônia, acredita que a intervenção militar “não vai dar em nada” e que, para tirar o poder dos traficantes, “é só legalizar” as drogas.

Fonte: Blog do Kennedy (iG).