conecte-se conosco

Legislação

Província da Argentina vai plantar Cannabis medicinal

Oposição questiona jogo político; entenda

Published

on

A província de Jujuy será a primeira na Argentina a produzir Cannabis para fins medicinais e científicos. O Ministério de Segurança concedeu autorização para a instalação de uma plantação, um laboratório e um centro de estudos médicos e científicos, empreendimento que será administrado pela estatal Cannabis Avatãra.

Desde 2017, a Cannabis medicinal é legal na Argentina. No entanto, a ausências de concessões para produção do medicamento criou um limbo para os pacientes, que precisavam recorrer a produtores ilegais, arriscando a segurança e saúde de quem precisa do tratamento.

“Eu não posso correr esse risco de buscar um ‘dealer’, sou professora, não posso ir parar num local de venda ilegal e de repente ser presa por isso”, afirmou Irina Ragno, 42, cujo filho sofre de esquizofrenia.

Por que apenas Jujuy conseguiu autorização?

O modelo argentino será baseado no uruguaio, com forte regulamentação do Estado. A produção de Cannabis medicinal no país começa com uma polêmica: o diretor da Cannabis Avatãra é Gastón Morales, filho do governador da província de Jujuy, Gerardo Morales, membro da União Cívica Radical, partido da base do governo do presidente Mauicio Macri.

Alejandra Cejas, deputada de oposição, questionou a construção de um “narco-estado” que privilegia o lucro em detrimento da necessidade das famílias que precisam do remédio canábico.

Gastón Morales respondeu às críticas dizendo que a oposição estaria sendo “imatura”. “Precisamos deixar de lado essa coisa de levantar bandeiras. Esse projeto não tem cor radical, peronista ou macrista, tem apenas o interesse de desenvolver a tecnologia para fabricar a maconha de uso medicinal”, disse Morales.

Movimentos da sociedade civil também criticam a postura do governo. A Mamá Cultiva, por exemplo, entende que o projeto privilegia o “lucro” e a “venda ao exterior”, conforme as palavras de Patrícia Saldías, uma das mães envolvidas na Mamá Cultiva.