conecte-se conosco

Legislação

Senador de Nova York fortalece luta pela legalização da Cannabis

Governador prometeu implementar medida nos 100 primeiros dias do novo mandato

Published

on

Se não a principal, Nova York é uma das cidades mais importantes do mundo. Grande centro do mercado financeiro mundial, famosa por suas iluminadas avenidas e pela efervescência cultural. Como o mundo irá reagir quando o estado novaiorquino, cuja cidade que carrega seu nome é o mais famoso cartão postal estadunidense, legalizar a Cannabis para fins recreativos?

Pois a medida está muito próxima de se tornar realidade. Além de o governador Andrew Cuomo ter listado a legalização como uma de suas prioridades para os 100 primeiros dias do novo mandato, o senador estadual Gustavo Rivera reforça o time pela mudança legislativa.

De acordo com Rivera, que também é presidente do Comitê de Saúde, os efeitos positivos da legalização da planta são “incomodamente” superiores aos negativos. “Ninguém é detido por comprar ou consumir cerveja ou cigarros”, afirmou o senador, que considera esses produtos como mais prejudiciais que a Cannabis.

Os problemas sociais da proibição também fazem parte do argumento de Rivera. Ele acredita que a atual legislação criminaliza desproporcionalmente os negros, latinos e pobres.

O parlamentar apoia a proposta da senadora Liz Krueger, cujo texto destaca a importância de tributar a Cannabis e regularizar seu comércio para reduzir a violência e o acesso a menores de 21 anos de idade.

“A intenção desta lei é regular, controlar e taxar a Cannabis de uma maneira similar ao álcool, gerar milhões de dólares em impostos, evitar o acesso à maconha a menores de 21, reduzir o mercado ilegal de drogas e o crime violento (…) reduzir o impacto desproporcional em comunidades raciais, criar novas indústrias e aumentar o emprego”, diz o texto da proposta.

Alasca, Califórnia, Colorado, Maine, Massachusetts, Michigan, Nevada, Oregon, Vermont e Washington já legalizaram a planta para fins recreativos. Se tudo caminhar como o prometido, Nova York será incluído na lista em pouco tempo.