conecte-se conosco

Legislação

Uruguai: legalização tem avanços e limitações

Narcotráfico se enfraquece, mas restrição de venda é contestada

Published

on

A experiência uruguaia de regulamentação da Cannabis voltou as atenções do mundo para o país, o primeiro a legalizar a produção e venda da planta em nível federal. Após a aplicação da nova lei, alguns efeitos já podem ser sentidos: os crimes relacionados ao narcotráfico, por exemplo, foram reduzidos em 18%. E as filas de aquisição nas farmácias, após difícil período de adaptação, tiveram considerável diminuição.

No entanto, de acordo com Eduardo Blasina, diretor do Museu da Cannabis de Montevidéu, ainda existem entraves para a desmistificação da maconha e amadurecimento do mercado cannábico. A proibição de venda a pessoas que não tenham cidadania uruguaia, segundo Blasina, é uma limitação que deve ser revista. “Passamos a ideia de país vanguardista, e o estrangeiro chega aqui e não pode comprar? Está errado, pois de algum modo ele chegará ao produto, via mercado ilegal, que era justamente o que se queria combater”, lamentou.

Fonte: Brasil 247.