conecte-se conosco

Mais

Brasileiro reconhece benefícios da Cannabis, mas carece de informação sobre doenças tratadas

Pesquisa do Senado ouviu 2.400 pessoas

Published

on

Uma pesquisa realizada pelo DataSenado em parceria com o gabinete da senadora Mara Gabrilli (PSDB-SP) entrevistou brasileiros de todas as regiões do Brasil para avaliar os níveis de percepção sobre os benefícios medicinais da Cannabis. Entre os resultados do estudo, a mais evidente descoberta é que a maioria dos brasileiros admite o potencial terapêutico da planta, mas poucos sabem dizer as possibilidades de aplicação.

Veja também: Maioria dos consumidores de Cannabis legal usa a planta para dormir, aponta estudo

Foram ouvidas 2.400 pessoas de todas as regiões do país entre os dias 14 e 29 de junho. O Sudeste representou 45% dos entrevistados, enquanto o Nordeste teve 27% dos participantes, o Norte, 8%, o Sul, 15% e o Centro-Oeste, 7%.

De acordo com o levantamento, 87% dos brasileiros reconhecem que os compostos da Cannabis podem tratar problemas de saúde. No entanto, 59% não souberam citar uma doença que pode ser tratada com a planta.

Veja também: Justiça de Rondônia autoriza cultivo de Cannabis a família de paciente autista

O câncer (12%) e a epilepsia (11%) foram as enfermidades mais citadas. Houve também uma defesa massiva (79% favoráveis) de que os remédios canábicos sejam distribuídos pelo SUS e de que os laboratórios do país possam produzir esse tipo de medicamento (75% a favor).