conecte-se conosco

Mais

Cannabis ajuda delator de Lance Armstrong a se reerguer

Floyd Landis foi punido e confessou poderoso esquema de doping no ciclismo

Published

on

Um dos maiores escândalos de doping da história do esporte foi descoberto graças ao estadunidense Floyd Landis. O ciclista foi vencedor da Volta da França em 2006, mas em 2010 confessou o uso de substâncias proibidas e resolveu entregar todo o esquema, cujo um dos participantes era Lance Armstrong, que havia sido sete vezes campeão da Volta entre 1999 e 2005. Agora, após anos de tentativas e fracassos, Landis tenta se reconstruir através da venda de Cannabis e produtos derivados.

Depois dos problemas com o doping terem acabado com sua carreira, ele se viciou em álcool e analgésicos, faliu e perdeu a esposa. Tentou uma volta por cima no ciclismo e também como piloto da Nascar, mas ruiu novamente devido a fraudes fiscais.

Em 2016, no Colorado, ele abriu uma empresa que desenvolve produtos e remédios à base de Cannabis. Chamada Floyd’s of Leadville, a companhia possuiu 50 funcionários e já existem também 50 lojas nos EUA que revendem seus itens. E parece que essa vai ser mesmo sua nova linha de atuação, comercializando apenas em locais que já legalizaram a planta.

No entanto, está enganado quem pensa que Landis se desconectou das raízes ciclistas. No Canadá, ele montou uma equipe para desenvolvimento de novos talentos, a Floyd’s of Leadville Pro Cycling Team. Foram US$ 750 mil dólares de investimentos, os quais são provenientes da indenização de US$ 5 milhões que recebeu da Justiça dos Estados Unidos pela delação do esquema de doping.

“Eu tenho uma relação conflituosa com o ciclismo, como todos sabem, mas ainda gosto. Ainda me lembro de como era bom ser criança e competir em uma equipe doméstica. Foi um dos melhores anos da minha vida”, afirmou, em tom de nostalgia, ao “The Wall Street Journal”.

“Estou arrependido do que aconteceu, mas você nunca pode voltar atrás e mudar as decisões que tomou. No mínimo, as pessoas podem ver que estou pronto para seguir em frente. Talvez pareça estranho, mas é meio que um desfecho para mim”, completou Landis.