conecte-se conosco

Mais

Dois terços da população dos EUA apoiam a legalização da Cannabis

Desde 2005, porcentagem de favoráveis dobrou

Published

on

Em 1969, o instituto Gallup realizou o primeiro levantamento referente à aceitação dos estadunidenses sobre a legalização da Cannabis. Na época, mesmo em meio à efervescência dos movimentos de contra-cultura, apenas 12% da população era favorável. Agora, passados 50 anos e muitas legalizações do uso medicinal ou recreativo pelo país, o índice chegou aos 66%.

Veja também: Pesquisa Datafolha indica crescimento do apoio à legalização no Brasil

crescimento mais significativo aconteceu a partir de 2005, quando 36% apoiavam a legalização. Desde então, a aceitação aumentou em 30 pontos percentuais.

As principais diferenças entre os que apoiam ou rejeitam a ideia não se dá por diferenças étnicas, de gênero, escolaridade ou renda. A questão parece estar mais ligada às orientações partidárias e ideológicas.

Entre os democratas, 76% são favoráveis, número que desce à 51% quando se trata dos republicanos e à 68% para os neutros.

Veja também: Brasileiro reconhece benefícios da Cannabis, mas carece de informação sobre doenças tratadas

Se a pergunta sai da esfera partidária e abrange a filosofia política, a disparidade é ainda maior: 82% dos que se consideram liberais são favoráveis à legalização da planta, enquanto 48% dos conservadores e 72% dos moderados concordam com a medida.