conecte-se conosco

Negócios

Aurora é alternativa para resolver falta de Cannabis no Uruguai

Companhia adquiriu laboratório por US$ 290 milhões

Published

on

Em busca de ampliar sua influência na América do Sul, a Aurora Cannabis, maior empresa canábica do mundo, comprou a ICC Labs, fabricante sediada em Vancouver, no Canadá, por US$ 290 milhões.

Com a aquisição da ICC, que possui 70% do mercado uruguaio, a capacidade de produção da companhia será de 450 mil quilos por ano.

O negócio tem um viés bastante estratégico, na medida em que a demanda de Cannabis no Uruguai é maior que a oferta.

“Tenho certeza de que o governo espera um aumento na produção, porque até agora a demanda excede a oferta. Então, de certa forma, a regulação da cannabis não foi totalmente implementada porque não está atingindo todos os usuários registrados, porque houve uma escassez”, disse Fernanda Boidi, da Iniciativa Latino-Americana de Pesquisa sobre Cannabis e do Insights Research and Consulting.

A transação alavancou as ações da Aurora em 4,1% e da ICC em 5,6%.

Além da atuação no Uruguai, a ICC também possui licenças para produzir Cannabis medicinal na Colômbia e um acordo para exportação de canabidiol ao México.

“Sentimos um senso significativo de urgência para estabelecer rapidamente uma forte presença global”, afirmou Cam Battley, diretor corporativo da Aurora.

“Nós vemos o ICC como a jóia do mercado sul-americano”, destacou Battley. “Esta será nossa âncora na América do Sul e temos planos muito grandes para esse continente”.