conecte-se conosco

Negócios

Cannabis colombiana valoriza em 262%

Ações de produtora da planta sobem da 2,5 para 9,05 dólares canadenses

Published

on

A indústria de Cannabis está de olho na Colômbia. Isso porque as condições climáticas e geológicas do país são extremamente propícias para o cultivo da planta, algo que tem despertado o interesse de empresários canadenses, por exemplo. Esse é o caso da PharmaCielo, empresa que já possui plantações no país e agora aproveita a valorização de suas ações na TSXV (Toronto Stock Exchange), bolsa de valores em que foi listada no dia 18 de janeiro.

Chamado PharmaCielo Colombia Holdings, o braço colombiano da companhia teve um crescimento de 262% no valor de seus títulos. Inicialmente cotadas em 2,5 dólares canadenses, as ações agora valem 9,05 dólares canadenses. Outro ponto que chamou atenção foi a velocidade da valorização dos ativos da PharmaCielo: em um único dia, suas ações cresceram 54,70% e, em dois dias, aumentaram 134%.

“Há vários anos, quando Federico Galo-Correa e eu fundamos a PharmaCielo, imaginamos uma organização que poderia explorar as vantagens naturais da Colômbia para se tornar um dos principais fabricantes de Cannabis e fornecer o produto globalmente, gerando valor a longo prazo para os acionistas e também beneficiando usuários finais”, contou Anthony Wile, CEO da companhia, mas que está deixando o cargo.

Ele será substituído por David Attard, que destacou a capacidade da PharmaCielo em atender aos desafios que virão pela frente. “Estamos em uma posição sólida para lançar a produção e as vendas em escala em 2019”, disse o novo diretor executivo da empresa.

O projeto da companhia é ambicioso. A meta para o ano vigente é aumentar sua área de cultivo de 5,3 hectares para 20 hectares.

Se depender da Colômbia, não vai faltar Cannabis em nenhum lugar do mundo.

Foto by @fragrant_possibilities