conecte-se conosco

Negócios

Diretora da Anvisa garante regulamentação da Cannabis medicinal até outubro

Declaração aconteceu em evento com empresários na cidade de São Paulo

Published

on

Organizado pelo grupo de empresários Lide Futuro, o Like the Future teve uma temática bastante inovadora neste ano. O evento ocorreu no dia 13 de agosto, no bairro Vila Olímpia, em São Paulo, e foi batizado como “Cannabusiness: um mercado bilionário”. Um encontro que costuma debater questões mais “amenas”, sem grandes polêmicas como o tabu que ainda envolve a Cannabis. A edição de 2019, no entanto, mostrou que não se pode mais negar o potencial de mercado da planta.

Veja também: Vinte empresas querem produzir Cannabis medicinal no Brasil

Representantes da indústria farmacêutica, da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e da área da saúde debateram a regulamentação do uso medicinal. Para Alessandra Soares, diretora da Anvisa, já não se de um “se”, mas de “quando” acontecerá – de acordo com ela, as regras para cultivo e produção de medicamentos canábicos estarão prontas em outubro.

Veja também: Presidente da Anvisa critica governo e defende regulamentação da Cannabis medicinal

Carolina Nocetti, médica especializada em terapias canabinoides, ressaltou a evolução do debate no país. “Em julho de 2019 a indústria da Cannabis medicinal começou no Brasil”, afirmou.

Entre os mandatários do Lide Futuro, o clima não foi de menos empolgação. O mundo tem presenciado um desenvolvimento econômico bilionário com a legalização da Cannabis, e no Brasil não será diferente.

A CEO Laís Macedo, por exemplo, fez questão exaltar o encontro de 2019 de acordo com as impressões dos participantes. “Estamos ainda avaliando a pesquisa, mas me parece que foi a melhor edição do Like the Future que já fizemos”.

Sobre o Lide Futuro

O Lide Futuro é uma organização de jovens empresários provenientes do Lide, grupo fundado pelo governador de São Paulo, João Doria Júnior. Sua composição traz, inclusive, herdeiros que romperam, em 2017, com os “patriarcas” o Lide.

Veja também: Canadá: blockchain será usada para rastrear Cannabis