conecte-se conosco

Negócios

Executivo da IBM deixa seu emprego para entrar na indústria canábica

Mercado já presenciou outros exemplos do tipo; conheça

Published

on

O sonho de muitas pessoas é atingir uma posição de destaque numa grande empresa. Que tal a IBM, por exemplo? Pois Kelsey Barnes, executivo sênior da companhia, resolveu trocar de ares e entrar de vez para um segmento que está crescendo com muita força no mundo, especialmente no Canadá: a Cannabis.

Barnes deixou seu cargo na divisão de segurança cibernética da IBM para se tornar vice-presidente de operações da Vinzan International, empresa canábica de Toronto. Em seu currículo, também consta um trabalho nas Forças Armadas do Canadá, mais um elemento que certamente chamou a atenção da Vinzan.

“Estamos entusiasmados em adicionar Kelsey à nossa equipe enquanto continuamos a comercializar nossas operações na Colômbia e no Sudeste Asiático”, afirmou o CEO da Vinzan, Brian Armstrong. “Sua experiência operacional e liderança serão um bem inestimável durante nossa comercialização e nossa oferta pública inicial de 2019″.

Barnes ficou encantado com o modelo de produção da Vinzan, na medida em que se contrapõe a empresas que estão “queimando dinheiro”.

“Eu vi produtores tradicionais licenciados gastarem milhões de dólares em eletricidade para alimentar e irrigar plantas de cultivo no Canadá e eu sabia que tinha que haver um modelo melhor… A Vinzan International elimina esses riscos e custos gerais implantando experiência canadense e tecnologia avançada de extração e processamento para as melhores regiões de cultivo do mundo”, disse o novo vice-presidente de operações.

Outros executivos migraram para a indústria canábica

O caso de Barnes não é exceção. Grandes nomes de diversos setores da indústria têm optado pelo promissor mercado canábico, que ainda tem muito a crescer na medida em que a legalização do uso medicinal e recreativo da planta vai ganhando espaço no mundo.

Joel Lunenfeld, ex-vice-presidente de estratégia de marca global do Twitter, tornou-se diretor de marketing da NorCal Cannabis, enquanto Tim Leslie, ex-executivo da Amazon, agora é CEO do Leafly. Carol Bartz, ex-CEO da Autodesk e do Yahoo, está investindo com força na empresa canábica Caliva.

Se as grandes mentes pensantes do mercado estão de olho na indústria canábica, o que será que está por vir?