conecte-se conosco

Saúde

Campeão da NFL usa canabidiol para tratar doença cerebral

Leonard Marshall se tornou embaixador da Elixinol

Published

on

O glamour do Super Bowl, que sempre tem grandes apresentações musicais e patrocinadores multimilionários, contrasta com a realidade dos jogadores de defesa. As fortes pancadas às quais se submetem ocasionam concussões (lesões cerebrais) e outras sérios problemas físicos. Essa é a história de Leonard Marshall, campeão da NFL (National Football League) em 1986, que encontrou no canabidiol a solução para suas dores e depressão.

Vítima de Encefalopatia Traumática Crónica (ETC), uma doença neurológica causada pelos anos de jogos, ele recorreu à Cannabis. Um medicamento da Elixinol, feito a partir do canabidiol, melhorou sua vida em termos de depressão, sono, ansiedade, mudanças de humor, equilíbrio, concentração e paciência.

“Opioides matam pessoas. Uma planta, não”, afirmou Marshall, fazendo referência aos anti-inflamatórios que tomava e foram substituídos pelo canabidiol.

De acordo com a NFL Players Association (Associação de Jogadores da NFL), a carreira dos jogadores dura, em média, 3,3 anos. Cerca de 40% dos ex-atletas desse esporte possuem problemas cerebrais.

Marshal de tornou embaixador do medicamento que salvou sua vida, algo exaltado pelos executivos da empresa. “Estamos extremamente orgulhosos das realizações de Leonard, ele é um guerreiro, como um jogador, e um sobrevivente do ETC. Estamos muito satisfeitos em vê-lo nomeado para o Football Hall of Fame, um reconhecimento adequado de sua carreira de futebol “, afirmou Gabriel Ettenson, COO da Elixinol.