conecte-se conosco

Saúde

Cannabis é 144 vezes mais segura que álcool, aponta estudo

Pesquisa considerou sete drogas com efeitos psicoativos

Published

on

Tomar uma cervejinha de vez em quando não tem problema. Mas “maconha mata”, certo? Errado! De acordo com um estudo publicado na revista científica Scientific Reports, o álcool foi considerado a droga mais perigosa dentre um grupo de sete substâncias. Depois dele, completam a lista: heroína, cocaína, tabaco, ecstasy, metanfetamina e, por último, a Cannabis, indicada como 144 vezes mais segura que o primeiro colocado da relação.

A pesquisa levou em conta a facilidade de obtenção de cada item: uma dose letal de álcool é facilmente adquirida, além de que o hábito de consumo regular é mais comum e aceito pela sociedade. Esse é o motivo de estar à frente da heroína, por exemplo, na medida em que, apesar do risco de contaminação por agulhas compartilhadas ser muito grande, o acesso a essa substância para uso cotidiano é mais difícil.

Com exceção da Cannabis, todas as drogas foram classificadas com “médio” ou “alto” risco de mortalidade. A planta recebeu o rótulo de baixo risco – de acordo com outros estudos, nem mesmo é possível ter uma overdose de Cannabis.

Diante dos resultados, os pesquisadores recomendam que as política públicas sejam pensadas de forma a combater com prioridade o consumo de álcool e tabaco, em detrimento do proibicionismo sobre a Cannabis.