conecte-se conosco

Saúde

Pesquisa aponta que tabaco e álcool são mais prejudiciais que Cannabis

Estudo mostra como as substâncias afetam a expectativa de vida geral

Published

on

Com dados coletados em 2017, estudo sobre o uso global de substâncias afirma que o tabaco e o álcool são muito mais prejudiciais do que todas as drogas ilícitas.

Nos países participantes da pesquisa, o tabaco foi o que apresentou ser o mais danoso de todos. A posição pode ser explicada por conta de ser a substância com a maior taxa de consumo: mais de 15% da população se diz fumante.

O segundo mais prejudicial é o álcool – cerca de 1/5 dos respondentes afirmaram consumo pesado pelo menos uma vez no último mês.

 

Europa domina

Quando o estudo é dividido por região, a Europa ganha destaque como maior consumidora de cigarros e bebidas alcoólicas: até 50% afirma consumir álcool regularmente e mais de 20% o tabaco.

Mesmo com a alta incidência dos europeus na pesquisa, a taxa de mortalidade se concentrou em países de baixa e média renda com grandes populações.

Canadá e Estados Unidos foram os países no topo da lista no uso de Cannabis.

 

A pesquisa

Nomeado como “Global Statistics on Alcohol, Tobacco, and Illicit Drug Use: 2017 Status Report”, o estudo foi publicado pela revista Addiction. Os dados foram compilados do  Instituto de Medições e Avaliação da Saúde, o escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime, bem como a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Fonte: USA Health Times.