conecte-se conosco

Saúde

Por que existe tanta burocracia em obter Cannabis medicinal?

Custos e atrasos dificultam o caminho para conseguir a planta

Published

on

Chris Breyfogle é um veterano de guerra, servindo a Marinha dos Estados Unidos no Iraque.  Após anos de trabalho, ele agora vive um novo tipo de luta: contra as dores.

O combatente sofre de dores crônicas, transtorno de estresse pós-traumático e ansiedade. A automedicação com analgésicos trouxe ainda mais prejuízos à saúde do americano com a formação de uma diverticulose, um enfraquecimento na parede intestinal – diariamente, Chris ingeria 1600 miligramas de ibuprofeno para aliviar as dores.

“Eu tenho me medicado com álcool. Eu tenho me medicado com uma lista interminável de anti-inflamatórios e outras pílulas que, francamente, destruíram meu corpo”, confessa Chris.

Veja também: 12 doenças que o CBD alivia os sintomas

Cannabis como solução

Depois de muita pesquisa, o combatente decidiu procurar novos caminhos de solução para as suas dores. E em março, ele encontrou o Dr. Justin Davis que apoia o uso de Cannabis para fins medicinais em Gainesville, cidade do condado de Alachua, na Flórida.

Veja também: Pesquisadores buscam voluntários com TEPT para testes com canabidiol

Segundo o Departamento de Saúde do estado, apenas 20 médicos qualificados para recomendar a planta estão listados no condado – sendo que somente 12 deles estão aceitando novos pacientes.

 

Fonte: Gainesville.